Votuporanguense é o campeão da Copa Paulista 2018

O Clube Atlético Votuporanguense é o campeão da Copa Paulista de 2018. Em Araraquara, na Arena Fonte Luminosa, com mais de 12 mil pessoas, o Cav saiu atrás da Ferroviária, mas buscou o empate por 1 a 1 e segurou a pressão no tempo normal para levar a decisão para os pênaltis e vencer por 5 a 3. Com apenas 9 anos de fundação, esse é o segundo título da história da Alvinegra, que já havia conquistado a Segunda Divisão em 2012. Neste período também houve dois acessos conquistados, um em 2012 (Acesso para a Série A3 do Paulista) e outro em 2015 (Acesso para a Série A2 do Paulista). 

O jogo

Como o primeiro jogo da final tinha sido 1 a 1, na Arena Plínio Marin, qualquer empate levaria a decisão para as cobranças de pênalti, e foi exatamente o que aconteceu. A primeira oportunidade foi logo aos sete minutos, quando Bruno Baio ganhou no alto mas a bola não entrou. Dois minutos depois, Ricardinho apareceu livre no escanteio, mas o goleiro do Ferroviária salvou a equipe.

O gol do time local saiu aos 28 minutos. Léo Artur e Ytalo tabelaram pela esquerda e, após cruzamento para dentro da área, Tom abriu o placar, na Arena Fonte Luminosa. 

O Cav chegou ao empate ainda na primeira etapa. Aos 45 minutos, 

após cruzamento da esquerda de Sávio para a área, Bruno Baio, conseguiu desviar e Erick Salles, chutou sem qualquer chance para o goleiro Gabriel Leite. Placar 1 a 1. 

Na volta do intervalo, a Ferroviária tentou fazer valer o mando de campo e pressionou o Cav em busca do segundo gol. Porém, o Votuporanguense se defendia bem e evitava a virada. 

O Cav também teve algumas chances de marcar e ficar na frente do marcador, mas o nervosismo parecia tomar conta dos jogadores dos dois lados.

A Ferroviária ainda teve a bola do jogo, Tom chutou, mas o zagueiro Paulo Henrique operou um  milagre ao tirar a bola em cima da linha e salvar a Pantera Alvinegra. 

Aos 33, o Votuporanguense chegou com perigo. Após cobrança de falta, Renato Justi tocou de cabeça e a bola passou muito perto da trave da Ferroviária. 

Cinco minutos depois, a Pantera voltou a ameaçar. Após contra-ataque, Leo Santos, que entrara minutos antes, cortou o zagueiro, mas acabou chutando para fora. Nos minutos seguinte o resultado se manteve e a decisão foi para os pênaltis. 

Nas penalidades, o capitão Ricardinho bateu o primeiro para o Cav e deixou a Pantera em vantagem. Na sequência, Tom deixou tudo igual. Bruno Baio, Fellipe Mateus, Leo Aquino, Higor Meritão, Paulo Henrique também fizeram, deixando o placar em 4 a 3. Na quarta cobrança do time da casa, Arthur mandou na trave e deixou a decisão nos pés do experiente Renato Justi, que bateu firme e rasteiro para dar ao Votuporanguense o título da competição. 

Por ser o campeão, a Alvinegra teve o direito de escolher a Copa do Brasil para disputar ano que vem. Já a Ferroviária ficou com a Série D do Campeonato Brasileiro. 

Ficha Técnica

Ferroviária (3) 1×1 (5) Votuporanguense

Local: Arena Fonte Luminona, em Araraquara;

Árbitro: Vinivius Gonçalves Dias Araújo;

Cartões Amarelos: Marcos Ytalo, Léo Artur e Caio Mancha (FER); Erick Salles e Matheus Destro (VOT)

Gols: Tom (FER, aos 29’1ºT) e Erick Salles (VOT, aos 46’1ºT)

Ferroviária: Gabriel Leite; Marcos Ytalo, Elton, Gualberto e Arthur; Higor Meritão, Caíque (Fellipe Mateus), Léo Artur (João Cleriston); Felipe Ferreira (Richard), Caio Mancha e Tom.

Técnico: Vinicius Munhoz.

Votuporanguense: Bruno Pianissolla; Sávio, Paulo Henrique, Renato Justi e Matheus Destro (Lucas Anselmo); Alison, Ricardinho e Leo Aquino; Erick Salles, Bruno Baio e Dudu (Leo Santos).

Técnico: Rafael Guanaes.

Foto: FPF